segunda-feira, abril 07, 2008

WIP & Micro Bio

Foi há já algum tempo que alguém me enviou um comentário curioso comparando o meu crochet freeform a AMOEBA.

De facto a comparação parece estranha à primeira vista. Um micro organismo, uma célula... Mas o processo que percorro com o crochet começa muitas vezes por um "centro" ou vários que se unem, formando um todo. Por sua vez, vários todos se unem num objecto maior... As cores são também escolhidas por reacção entre os vários elementos. Enfim, parece-me que há aqui "pano para mangas", mas gosto da ideia de encarar cada peça como um organismo, livre que apenas me "utiliza" para ganhar dimensão física. Quase como se apenas o executasse, mas ele já existisse noutra dimensão. (Qual teoria de Michel Angelo que jurava a pés juntos que só "libertava" as personagens das pedras, que elas já lá estavam muito antes!)

Destas reflexões e experiências nasceram:





















Amoeba#1





















Amoeba#2





















Amoeba#3



























Amoeba#4

São pregadeiras de algodão e grandes, para gritar Primavera!

E com cheiro de calor, praia e piqueniques, novos tops em fase WIP

10 comentários:

Tereclopes disse...

Tinha estado no Flickr a comentar,dizendo não saber o significado do nome das pregadeiras,mas, que aos meus olhos me pareciam pregadeiras inspiradas em algas marinhas, não sei porquê mas quando olhei para elas foi o que vi.Que criatividade de fazer "inveja"...Lindas Sara gosto muito.
Beijinhos

sara aires disse...

Ora... :) Obrigada T.!

saloia disse...

:)
such color*

Xandra Frô disse...

a menina desculpe mas...vai ter que ser criado um novo prémio nobel! vou já tratar do assunto! amanhã arranco no primeiro avião para estocolmo para falar lá com os compadres que arranjam essas coisas! PRÁMIO NOBEL DO CROCHET
...qual joana vasconcelos qual carapuça! isto supera qualquer coisa jamais vista...eu aqui com uma neura descomunal, do tamanho do mundo, sem inspiração para nada, parece que todo o mundo me fez mal...não sei se não será da crise da mini-pausa que se começa a avizinhar...krida sara, ver as tuas criações é como apanhar uma lufada de ar fresco na tola!!!
uma pergunta: ainda tens as coisas à venda na livraria (n me lembro do nome...) em leiria? onde é que fica, mais exactamente?
uma bjoka e PARABÉNS, NEURÓNIOZINHO DA AGULHA!

Andrea Guim disse...

Isto que fazes - a arte do crochet, pra mim é um grande mistério! Minha avó fazia, minha mãe fazia, e eu, cá, mal consigo fazer uma trancinha!
Teus trabalhos são mágicos! Parabéns!

sara aires disse...

Obrigada a todas pelos simpáticos comentãrios e por visitarem o Quarto de Ideias.
Xandra: A livraria Arquivo ainda tem peças minhas à venda, sim . Conto lá deixar mais algumas (incluindo estas novas pregadeiras) a semana que vem.
Andrea: O crochet é realmente mágico, na medida em que permite qualquer forma, mas não é misterioso, tem só que querer aprender (muito).
Beijinhos!

Filipa Soares disse...

E eu...para encher estes comments de verdade...resublinho tudo o que foi dito.

De facto...é um tamanho engenhoso, bastante peculiar...e extremamente agradável aos olhos, e à alma.

Enche-nos de cor, nessas combinações cuidadas, e sacode-nos o cérebro...habituado ao habitual!!!

Visito este canto diariamente...sempre na expectativa de encontrar pequenas variações desta arte que é tua, que tem o teu cunho, e que pedimos emprestada para os nossos dias, para colorir o nosso quotidiano em tons de cinza...

É...sem dúvida terapêutico...e consegue levar-nos da tradição à contemporaneidade num pulo.

Se estivesse exposto em galeria...eu n estranharia de forma alguma.

Isto sim...tem a força que a arte contemporânea devia ter!!!

Parabéns e que a tua inspiração nunca se esgote!!!

Atenciosamente

Filipa Soares

stories behind objects disse...

Olá!
Muitos parabéns pelo teu magnífico, criativo e minucioso trabalho.
Não conhecia. Vim aqui porque escreveste algo que me interessou muito no blog da Alice (o nouss nouss)...falavas em "horta de parede" e eu fiquei bastante curiosa. Onde posso encontrar informações (loja) sobre essas "hortas"?
Obrigada,
Carla

sara aires disse...

Olá Carla, obrigada pela simpática visita. De facto não consigo lembrar-me do nome das "floreiras, horteiras", mas estão à venda aqui:

http://www.baobab-portugal.com/

:)*
sara

andy disse...

Os teus trabalhos são super engraçados, muito orgânicos e coloridos! Gosto muito! Parabéns!